Família-alta

Três pessoas de uma mesma família tiveram alta hoje do Hospital Regional de Luziânia (HRL). O pai, de 58 anos; a mãe, de 61 anos e uma filha, de 29 anos, saíram juntos do hospital, depois de terem sido tratados por quase 10 dias. A vitória deles só não foi mais comemorada porque eles estão de luto pela avó e pelo filho que morreram de Covid-19, em Brasília.

A família Silva ficou junta, em isolamento na enfermaria, e teve apoio da equipe do hospital nos momentos de maior aflição. Pai e mãe foram internados no dia 9 de junho. A filha foi internada no dia 13.

Cartaz

Cada familiar fez questão de fazer um cartaz de agradecimento. Juntos eles mandaram uma mensagem de esperança: “somos gratos a Deus por ele ter nos dado fôlego de vida, agradecemos ao diretor, a cada médico, a cada enfermeiro, pessoas da limpeza, cantina, segurança e recepção. Só temos a agradecer a Deus por cada um”.

Hospital Regional de Luziânia

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos são ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde.

Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL foi o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo novo coronavírus. Cerca de 1,2 milhão de pessoas, que moram na região, são beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *