Unidade de saúde é referência estadual no tratamento de pacientes com Covid-19

A aceleração de casos de gripe H3N2 e outras síndromes gripais que afetam o Brasil neste momento levou o Hospital Estadual de Luziânia (HEL), em Goiás, a atender pacientes com sintomas de Influenza. A unidade hospitalar foi criada há 18 meses para atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com Covid-19.

No caso de gripe, as pessoas com sintomas da doença passam primeiro por triagem, que classifica a gravidade do caso e encaminha para atendimento médico. Após a assistência, o paciente realiza exames laboratoriais para Covid-19, Influenza A e B, juntamente com medicamentos sintomáticos.

Diante do resultado positivo – e havendo necessidade de internação – o paciente será alocado em algum dos leitos de isolamento para o tratamento da doença. O ambiente é diferente dos destinados a Covid-19 para evitar qualquer tipo de transmissão cruzada.  

Na última segunda-feira, (10), por exemplo, foram registrados 149 novos casos de síndromes gripais não especificadas no município. Em comparação, no mesmo dia, 55 novos casos de covid-19 foram atestados.

Para o diretor-geral do Hospital Estadual de Luziânia, Francisco Amud, a abertura para atendimento de casos gripais é muito importante diante do aumento de casos na região. “Ampliar o atendimento neste momento é fundamental para que a população tenha acesso a um atendimento adequado, qualificado, como é o nosso” explica.

“Não podemos esquecer que ainda estamos em uma pandemia e que é essencial que as pessoas mantenham todos os protocolos básicos de segurança. Usem máscara, higienizem corretamente as mãos, mantenham distanciamento social”, finaliza Francisco.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content